segunda-feira, 5 de julho de 2010

As velhinhas, o sábado a tarde e a Mega Sena.

Os fatos que vou narrar aqui, não os faria se tivesse sido uma caso isolado, mas como ele já se repetiu 2 vezes vale a pena relatar. Bem, o primeiro ocorreu quando num sábado estava no Pão de Açúcar da General Glicério, era cerca de 17 horas, eu aguardava na fila para fazer a minha Mega Sena, afinal todos sonham um dia ficar ricos, haviam dezenas de pessoas na fila, quando uma senhora de uma certa certa idade chega correndo com um volante de Mega Sena na mão e passando todos, dizendo: -sou aposentada, vão dando licença que tenho que passar na frente, e assim foi furando a fila, quando chegou no início da fila havia uma moça, a próxima a ser atendida que não saiu da frente, a senhora inconformada a cutucou, insistindo que ela deveria dar lugar para ela; a moça muito educada, virou para a senhora e falou: - Eu não vou sair não, porque estou grávida. A platéia na fila só faltou aplaudir. Ela enfim teve que esperar a sua vez.
Neste sábado estava eu novamente, desta vez no Walmart, também esperando para fazer o meu jogo, quando a cena se repete, uma outra senhora chega para fazer a sua aposta reclamando onde estava a fila dos idosos?  A moça da lotérica fala que ela poderia entrar na frente que seria a próxima a ser atendida, o que ela o faz, como haviam apenas duas caixas trabalhando no momento a filha aumentou e a senhora, começou a reclamar da demora em ser atendida, que estava tudo errado e que ela não deveria ter que esperar tanto tempo para ser atendida. Eu não me contive e falei: - A senhora além de passar na frente de mais de 10 pessoas vai querer que a moça pare de atender quem está atendendo para atender a senhora ? Ela quase foi apedrejada. 
Estatuto do Idoso sim, mas o direito deles não pode passar por cima dos direitos dos outros. E tem muito idoso achando que agora estão por cima da carne seca. Coisas do Brasil, infelizmente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário