quarta-feira, 28 de julho de 2010

Deputado de Mato Grosso, que censura Blogs é casado.

Por unanimidade, TRE do Mato Grosso cassa mandato de José Riva por compra de votos

O presidente da Assembleia, deputado José Geraldo Riva (PP), teve o mandato de deputado cassado por unanimidade pelo TRE na sessão desta terça (27) e pode ficar fora das eleições deste ano. O Pleno do Tribunal acompanhou o parecer do Ministério Público Eleitoral e cassou o registro de Riva, após entender que o parlamentar incorreu em crime eleitoral por compra de votos nas eleições de 2006, quando foi reeleito deputado estadual. Com a decisão, a situação jurídica de Riva fica extremamente delicada e o progressista pode não conseguir o registro para disputar o pleito deste ano.
Neste processo, que corre desde 2006, Riva foi denunciado pelo Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE). Foi acusado de junto com o então suplente de vereador Edmar Galio, o Curi (PP), ter supostamente comprado votos em Santo Antônio do Leverger. Apesar da derrota em segunda instância, Riva ainda pode reccorrer ao TSE para reverter a decisão. Esta não é a primeira vez que Riva sofre uma derrota na Justiça. Hoje ele está afastado das funções administrativas da Assembleia devido a condenações por improbidade administrativa, mas recorre das decisões. Além disso, nos próximos dias o TRE deve julgar pedidos de impugnação contra a candidatura dele no pleito deste ano. (Patrícia Sanches no RD News) Leia mais.
Em tempo: José Riva é o autor do pedido de censura acolhido pela Justiça do Mato Grosso contra os blogs de Adriana Vandoni e Enock Cavalcanti. Riva, em mais três processos, pede a Justiça a prisão de Adriana Vandoni, de Fabio Pannunzio e de Enock Cavalcanti pela publicação de informações sobre alguns dos 118 processos que tramitam contra ele, como por exemplo, este que acabou cassando seu mandato.
Publicado ou Escrito por Chico Bruno

Comentário: Parabéns Adriana Vandoni, será que ele agora terá moral para continuar censurando o seu blog ?  http://www.prosaepolitica.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário