domingo, 1 de agosto de 2010

Felicidade

Felicidade é ter o direito de não ser abortado e nascer;

Felicidade é ter o direito de nascer em uma boa maternidade, com ginecologista , pediatra e se precisar, uma UTI NEO NATAL;

Felicidade é poder amamentar no peito da minha mãe bem alimentada;

Felicidade é ter direito a todas as vacinas necessárias para me prevenir das doenças, médico pra me acompanhar e remédios quando necessário;

Felicidade é poder brincar sem o risco de ser morto por uma bala perdida;

Felicidade é ter uma boa creche para que eu fique enquanto meus pais trabalham;

Felicidade é ter um leito decente, limpo para que eu possa dormir;

Felicidade é meus pais terem dinheiro para comemorar meus aniversários, de preferência com uma festinha pros meus coleguinhas;

Felicidade é ter uma boa escola pública, onde eu possa iniciar meus aprendizados necessários para um futuro melhor;

Felicidade é ter direito aos livros, cadernos, computadores, bons professores, merenda de boa qualidade, para que eu não fique em desvantagem diante dos outros da minha geração;

Felicidade é ter uma escola bonita, arejada, segura, ampla, com direito a quadra de esportes, espaço cultural, biblioteca, para que eu possa desenvolver todo o meu potencial;

Felicidade é poder brincar na rua, nas praças, sem o risco de ser atropelado;

Felicidade é o direito de escolher meus amigos e poder dizer não quando quiserem me envolver em gangs ou com as drogas;

Felicidade é ver meus pais felizes, em nossa casa, dar e receber carinhos, ter direitos e obrigações;

Felicidade é ter um bom hospital público que me socorra, ou socorra os meus, nas necessidades, sem filas intermináveis, com direito aos exames , internações e cirurgias se necessário;

Felicidade é ter direito aos medicamentos para combater minhas doenças, ou o dinheiro necessário para comprá-los quando não disponível;

Felicidade é poder fazer um bom segundo grau, ter direito a freqüentar um cursinho; aumentando minhas chances de passar no vestibular;

Felicidade é ter estágios que me preparem para o primeiro emprego;

Felicidade é poder passear de mãos dadas com minha namorada nas praças, sem o risco de ser assaltado e vê-la estuprada nas mãos de marginais;

Felicidade é passar no vestibular e poder fazer um bom curso superior, de preferência numa universidade pública;

Felicidade é poder estudar e trabalhar preparando o meu futuro e não dependendo eternamente dos meus pais;

Felicidade é poder votar e ser votado democraticamente , escolhendo quem acho melhor para dirigir os destinos do País;

Felicidade é poder me expressar livremente, sem sofrer patrulhamento de quem quer que seja;

Felicidade é ter o direito de escolher e praticar livremente minha religião e não ser discriminado se for agnóstico;

Felicidade é me formar, ter acesso a uma pós graduação e mercado de trabalho, para que me realize profissionalmente;

Felicidade é poder adquirir uma casa ou apartamento, para que idealize a formação da minha família;

Felicidade é casar com quem amo, ter quantos filhos planejarmos;

Felicidade é ter direito a férias, para que recomece mais um ano de trabalho em boas condições;

Felicidade é ter um salário justo, conforme minha capacitação;

Felicidade é poder adquirir os bens que achar importante, e se tiver uma propriedade, que não corra o risco de ser invadida em nome da igualdade social;

Felicidade é poder produzir, gerar empregos, pagar impostos justos;

Felicidade é ser protegido pela segurança pública, poder ir e vir , ver meu patrimônio protegido;

Felicidade é saber que as leis a que estou sujeito serve para todos, sem quaisquer tipo de privilégios;

Felicidade é ser protegido pela Previdência Social, em caso de  doença ou acidente, minha família não passe necessidade;

Felicidade é ter, depois de 35 anos de trabalho, uma aposentadoria digna, para que não me falte as necessidades básicas, como os medicamentos necessários para tratar minhas doenças ou aliviar minhas dores;

Felicidade é quem sabe, sobrar um dinheirinho , para viajar e aproveitar bem o final de meus dias;

Felicidade é poder morrer em paz, com a consciência do dever cumprido, e  feliz por ter nascido num País que me proporcionou tudo isso.

Este é o meu conceito de felicidade, o fiz pensando na proposta do Senador Cristóvam Buarque que apresentou projeto inserindo na Constituição a felicidade como direito do cidadão e obrigação do Estado. Espero que o Senador leia este texto, e a não ser que tenha um conceito de felicidade muito diferente do meu, verá que temos muito trabalho pela frente, temos muito que caminhar para alcançar este objetivo , e olhe que meu conceito é bastante simplório, o mínimo que o Estado poderia proporcionar a todos nós que pagamos carga tributária tão elevada. Tudo isso na verdade é obrigação do Estado, não precisa constar na Constituição. Esqueça a palavra e lute pelo conceito. Talvez nossos bisnetos tenham a felicidade de viver num País assim, por enquanto é pura utopia. 

Por Dr. Marco Sobreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário