quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Mais uma trapalhada da Prefeitura acaba mal.

A Prefeitura de Rio Preto foi obrigada a assinar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), com o Ministério Público do Trabalho que praticamente enterra as "Frente de Trabalho" criadas pelo prefeito Valdomiro Lopes no início seu governo, as quais davam emprego a pessoas sem qualificação para trabalharem para a prefeitura ganhando menos que o salário mínimo. Segundo o Ministério do Trabalho, este tipo de contratação é inconstitucional. 

Mais um tiro pela culatra de uma administração que até agora não mostrou para que veio. 


Confira detalhes no Diário da Região

Nenhum comentário:

Postar um comentário