quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

UM INICIO NADA PROMISSOR

( By Marco Sobreira ) 

 Uma herança de 157 bilhões de restos a pagar, que naturalmente vai engessar os investimentos do novo governo nesse primeiro ano. Um ministério que parece mais aqueles alunos da escolinha do Professor Raimundo, cada qual com uma proposta mirabolante como se fosse o salvador da Pátria. Vejamos:


A Ministra da pesca está pensando em retirar o peixe da merenda escolar, qual a justificativa? Criança não gosta de peixe, seria cômico se não fosse trágico.

O Ministro da Justiça sinaliza com a possibilidade de estudar a legalização das drogas e insiste em apoiar o ato insensato do Presidente Lula, no crepúsculo do governo, deixando um problema diplomático imenso com um País com profundas raízes no Brasil. (Cesare Battisti )

A Maria do Rozário irrita os militares ao solicitar ao Congresso a aprovação da Comissão da Verdade, colocando uma pitada de pólvora no caldeirão em que se transforma o inicio desse Governo.

O Ministro da Defesa sai em defesa do ex-presidente, que acostumado a não respeitar as leis enquanto no cargo, reúne toda família numa propriedade pública como se fosse uma colônia de férias, sem no entanto conseguir diminuir a imoralidade e deixando o Governo numa tremenda saia justa.

O Ministro do Turismo não consegue apagar a mancha da história da farra em Motel com dinheiro público, num desgaste contínuo que o levará invariavelmente a abandonar o cargo por absoluta falta de autoridade, não deveria ter entrado.

Os dois principais partidos da base aliada se degladiam publicamente numa disputa insana, com ameaças e desmentidos diários, colocando em rota de choque a Presidente e seu Vice com reflexos imprevisíveis nas votações de projetos cruciais para o Governo.

Homens de fidelidade canina ao ex-presidente encastelados no centro do Poder não deixam dúvidas que a Presidente terá dificuldades em cortar o cordão umbilical da placenta que a elegeu.

Transtorno nos aeroportos com indignação de milhares de passageiros certamente começa a corroer a popularidade da Presidente.

Inflação em alta, dólar que não para de se desvalorizar perante o real, com prejuízos às nossas exportações, juros em alta, crédito mais caro e difícil , aumento irrisório para o salário dos trabalhadores enquanto o Congresso concede aumentos absurdo ao Presidente, Vice-Presidente, Senadores e Deputados Federais entendendo-se aos Executivos e Legislativos de todo o País contribuindo ainda mais para a indignação da população com a classe política.

Nada promissor o inicio do Governo da Sra. Dilma Rousseff, e não culpem a mídia golpista nem a oposição omissa, pois tudo está acontecendo dentro da base governista. Ministros despreparados, um PT ávido de reconquistar terrenos perdidos, um PMDB fisiológico como sempre e uma Presidente sem lastros políticos e liderança formam uma mistura que é nitroglicerina pura. Está na hora da criatura mostrar a que veio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário