sábado, 20 de agosto de 2011

A vaia que não para.



Fonte: TV Diário

4 comentários:

  1. Estamos num estado democrático de Direito, o que permite também protestos, vaias e palmas.
    .
    No entanto sabemos, pela própria imprensa, de 'protestantes' fantoches, outros partidários da esquerda, que fretaram onibus, mobilizaram estudantes, (estudantes estes que deveriam estar na sala de aula, mas 'macunados' com a falta de ética de seus professores/diretores, receberam PRESENÇA em sala de aula, qdo na realidade estavam 'tomando ar', 'fazendo número' na porta da Camara Municipal) que NEM sabiam o que estavam fazendo na Câmara Municipal
    .
    Alguns destes, foram na Inauguração das Casas, com a Presid Dilma, ficaram em grupo, e vaiaram, NÃO só o prefeito, ou o vereador, mas até a própria Presid Dilma, não que ela merecia, mas o ódio dos 'protestantes' era tanto, que no inicio do discurso de Dilma, neste vídeo do DiárioWeb, percebe-se claramnente, que alguns a vaim, chamando a atenção dela, e de autoridades atrás dela
    .
    Não sou filiado a partido nenhum, não sou amigo do Valdomiro, ou deste vereador, e eles NÃO precisariam de defesa
    .
    Mas justiça seja feita. Só não vê manipulação politico partidária nas vaias quem não quer ver

    ResponderExcluir
  2. Postei lá no Canal do youtub do Diário da Região, meu comentário
    .
    MULTIDÃO DESCONTENTE COMEÇOU À VAIR' ? ? ? MULTIDÃO ? ? ? Não sou amigo do prefeito NEM do vereador, para defende-los

    .

    MULTIDÃO ? OU PARTE dos PRESENTES ? ou UM GRUPO descontente ?

    .

    O que o Jornal DIÁRIOdaRegião quer com isso ?

    .

    k k k k

    ResponderExcluir
  3. Atualmente, o jornalismo oscila entre a imagem romântica de árbitro social e porta-voz da opinião pública e a de empresa comercial sem escrúpulos que recorre a qualquer meio para chamar a atenção e multiplicar suas vendas, sobretudo com a intromissão em vidas privadas e a dimensão exagerada concedida a notícias escandalosas e policiai.
    .
    A Federação Nacional dos Jornalistas art. 2º, I, que "a divulgação da informação precisa e correta é dever dos meios de comunicação e deve ser cumprida independentemente da linha política de seus proprietários"
    .
    No art. 2º, II, acrescenta que "a produção e a divulgação da informação devem se pautar pela veracidade dos fatos".

    .

    O artigo 4º afirma que "o compromisso fundamental do jornalista é com a verdade no relato dos fatos, deve pautar seu trabalho na precisa apuração dos acontecimentos e na sua correta divulgação"

    .

    art. 7º, que: "O jornalista não pode (...) II - submeter-se a diretrizes contrárias à precisa apuração dos acontecimentos e à correta divulgação da informação"

    ResponderExcluir
  4. Pastor, o Sr insiste nestas dos estudantes, se um estudante tem o direito de votar, ele tem o direito de protestar, pois manipulado, ele pode ser nos dois casos. Portanto acho que antes de o Sr, criticar desta maneira, deveria ter ido na Câmara na terça feira e veria que não havia apenas estudantes e partidários do PT. Eu e muitos amigos estavamos lá e não nos encaixamos em nenhum dos dois grupos acima.

    ResponderExcluir